Em tempos incertos, companhias podem alcançar crescimento excepcional por meio de uma abordagem centrada na vida, mostra novo estudo da Accenture

 

Empresas que adotam nova visão sobre o crescimento podem superar seus pares com aumento de receita de até nove pontos percentuais ao ano

 

NOVA YORK, 24 de outubro de 2022 – Conforme aumenta a lacuna entre o que os clientes precisam e valorizam e o que as empresas oferecem, as companhias que aplicam estratégias centradas na vida e contribuem significativamente com o dia a dia dos clientes terão uma taxa média de crescimento anual de nove pontos percentuais acima de seus pares. De acordo com o estudo mais recente da Accenture (NYSE: ACN), quem ficar para trás deve encolher a cada ano. O relatório também constatou que essas empresas têm três vezes mais chances de superar seus pares na hora de lançar novos produtos e quase cinco vezes mais chances de superar o valor de vida útil do cliente.

 

O estudo "The Life Centricity Playbook: Proven Strategies for Growth Through Relevance" é baseado em uma pesquisa feita com mais de 1.700 dos principais executivos C-Level do mundo. O levantamento identificou um desafio quase unânime globalmente: 95% dos executivos afirmam que seus clientes estão mudando muito rápido e que seus negócios não conseguem acompanhá-los no mesmo ritmo.

 

"As pessoas estão lidando cada vez mais com a falta de estabilidade em suas vidas. Por isso, precisam repensar constantemente seus valores e senso de propósito", explica Baiju Shah, CSO da Accenture Song. "As empresas precisam adotar uma abordagem centrada na vida e enxergar o cliente em sua totalidade. Assim, fica mais fácil se adaptar às constantes mudanças nas suas necessidades e prioridades. Empresas que buscarem estratégias centradas na vida estimularão o crescimento e criarão vantagens de longo prazo, assumindo a liderança dos próximos anos".

 

O levantamento define e descreve as estratégias centradas na vida, destacando os paradoxos do comportamento cada vez mais imprevisível dos clientes de hoje. Isso se deve principalmente à instabilidade econômica, social, ambiental e política de hoje. Se antes as empresas usavam abordagens centradas no produto com foco na performance e depois passaram a priorizar o cliente e suas experiências, o relatório destaca a importância de uma nova fórmula para o crescimento – agora, centrada na vida.

 

Além disso, enquanto 95% dos executivos intensificam seus esforços para a transformação digital, 97% sentem que isso os ajuda apenas a manter o ritmo, não a alcançar novas formas de crescimento ou relevância entre os clientes. O estudo ainda identificou cinco formas distintas e comprovadas pelas quais as empresas centradas na vida estão se transformando para crescer em meio à incerteza. Elas:

  1. Conhecem as pessoas a fundo: Empresas de alto crescimento usam dados, a criatividade humana e inteligência de máquina para entender a fundo a vida multidimensional das pessoas, encontrando novas oportunidades para agregar valor. De acordo com o estudo, as empresas que fazem isso têm 16% mais chances de aumentar a rentabilidade e 19% mais chances reter seus colaboradores.
  2. Ampliam os horizontes da criação de valor: As empresas que se concentram no crescimento sustentável, oferecendo valor para a sociedade, ambiente, clientes e funcionários, têm 26% mais chances aumentar sua participação de mercado e 24% mais probabilidade de aumentar o valor da vida útil do cliente.
  3. Desafiam as normas da indústria de forma criativa: O relatório também constatou que as empresas que usam a tecnologia e seus talentos de forma criativa e em novos contextos, indo além da estrutura do setor e buscando atender de forma mais ampla as necessidades das pessoas, têm 32% mais chances de crescimento de receita a partir de novos empreendimentos e 29% mais probabilidade de aumentar o nível de speed-to-market.
  4. Desenham uma experiência prazerosa e contínua:  As empresas que investem em interações simples, mas significativas e com experiências contínuas, agregando o máximo de valor com o mínimo de interrupção, têm 26% mais chances garantir a satisfação do cliente e 26% mais probabilidade de aumentar o nível de speed-to-market.
  5. Constroem uma operação fluida entre funções: O relatório também constatou que as empresas que usam equipes humanas e de máquinas para a capacitação de talentos, unificação de sistemas e plataformas de fluxo de trabalho, e ainda projetam organizações ágeis, têm 28% mais chances aumento de receita e 23% mais chances de incremento de rentabilidade.

"Todas as empresas, em todos os setores, encontram-se em águas nunca antes navegadas - com desafios e oportunidades novos e complexos chegando de todos os lados. Ainda que crescimento seja sempre a palavra de ordem, ser e manter-se relevante está mais difícil do que nunca", afirma David Droga, CEO e Creative Chairman na Accenture Song. "As empresas que buscam o sucesso nessa nova realidade precisam fazer mudanças ousadas e criativas na hora de atender os clientes. E elas precisam ser rápidas".

 

O relatório também fornece exemplos de como algumas organizações líderes adotaram a centralidade da vida em meio às mudanças complexas no relacionamento entre empresas e clientes. A versão completa está disponível aqui.

 

O estudo global "The Life Centricity Playbook: Proven Strategies for Growth Through Relevance" é o segundo de uma série anual de levantamentos focados em ajudar as empresas a compreenderem a centralidade na vida e seu impacto no crescimento sustentável e na relevância em longo prazo. O primeiro estudo "The Human Paradox: From Customer Centricity to Life Centricity" está disponível aqui.

 

Esses estudos também podem ser acessados pelo Accenture Foresight, novo aplicativo da Accenture que oferece um feed personalizado com os últimos relatórios, estudos de caso, blogs, gráficos de dados interativos, podcasts e muito mais. Acesse Link.

 

Metodologia do estudo

Para entender como as empresas estão respondendo às constantes demandas – muitas vezes paradoxais – dos clientes em um mundo que muda o tempo todo, a Accenture realizou pesquisas e entrevistas com executivos. O estudo ouviu mais de 1.700 dos principais executivos C-Level do mundo e foi conduzido entre os meses de fevereiro e agosto de 2022. Os participantes do estudo estão distribuídos por 14 países e 19 setores.

 

Sobre a Accenture 

A Accenture é uma empresa global de serviços profissionais com capacidades líderes em digital, nuvem e segurança. Combinando experiência incomparável e habilidades especializadas em mais de 40 setores, oferecemos serviços nas seguintes áreas: Strategy and Consulting, Technology e Operations, além da Accenture Song. Todas são alimentadas pela maior rede mundial de centros de tecnologia avançada e operações inteligentes. Nossos 721 mil funcionários entregam a promessa de tecnologia e conhecimento humano todos os dias, atendendo clientes em mais de 120 países. Abraçamos o poder da mudança para criar valor e sucesso compartilhado com nossos clientes, funcionários, acionistas, parceiros e comunidades. Visite.

 

A Accenture Song acelera o crescimento e o valor para nossos clientes por meio da relevância sustentada do cliente. Nossas capacidades vão da concepção à execução: crescimento, design de produto e experiência; plataformas de tecnologia e experiência; estratégia criativa, de mídia e de marketing; e campanha, conteúdo de transformação do comércio e orquestração de canais. Com fortes relacionamentos com clientes e profundo conhecimento do setor, ajudamos nossos clientes a operar na velocidade da vida por meio do potencial ilimitado de imaginação, tecnologia e inteligência.

 

Copyright © 2022 Accenture. Todos os direitos reservados. A Accenture e o logotipo da companhia são marcas registradas da Accenture. Este conteúdo é fornecido para fins de informação geral e não se destina a ser utilizado no lugar de consulta com os nossos consultores profissionais. Este documento refere-se a marcas pertencentes a terceiros. Todas são propriedade de seus respectivos proprietários. Nenhum patrocínio, endosso ou aprovação deste conteúdo pelos proprietários de tais marcas é intencional, expresso ou implícito.

 

# # #

 

Informações sobre a Accenture para a imprensa:  

 

Accenture

Fernando de Moraes - fernando.de.m.silva@accenture.com  

 

BCW

Daniel Rela, Deborah Costa, Felipe de Paula e Martina Ajauskas -  atendimentoacn.br@bcw-global.com